CIPIAL 2019


A primeira edição do congresso foi realizada em 2013, em Oaxaca, no México. A segunda ocorreu em 2016, na cidade de Santa Rosa, na Argentina. O 3º CIPIAL foi realizado nos dias 3 a 5 de julho de 2019, na Universidade de Brasília (UnB), em Brasília – DF, Brasil, com o tema central “Trajetórias, narrativas e epistemologias plurais, desafios comuns”.







Pense Grande: em 2015 eu me formei em TADS (Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas) no IFNMG Januária-MG (primeira foto), junto a minha formação em Pedagogia (formado pelo Ceiva) desenvolvi um projeto para ajudar a fortalecer línguas indígenas (www.palavrasindigenas.com.br). De lá pra cá venho trabalhando incansavelmente neste projeto, já são cerca de 4 anos, entre desenvolvimento, escritas, publicações, capítulos de livros (inclusive internacional). Hoje estou em Brasília-DF, no Congresso Internacional dos Povos Indígenas da América Latina (CIPIAL), na UnB, berço dos estudos em línguas indígenas no Brasil, e que abriga o Laboratório de Línguas Indígenas (LALI) mostrando meu trabalho (próximas fotos) e finalmente conhecendo este espaço tão rico e tendo acesso a novos conhecimentos e contatos importantes. No ínicio eu pensava que podia mudar o mundo, hoje tenho a certeza que isso é possível com estudo, trabalho e dedicação. PENSE GRANDE! Obrigado a todos que me ajudaram até aqui.
Uma publicação compartilhada por Dener (@denerxy) em
---






Uma publicação compartilhada por Dener (@denerxy) em
---
O Congresso Internacional Povos Indígenas da América Latina (CIPIAL) reúne pesquisadores indígenas e não indígenas de diversos países e áreas do conhecimento para o intercâmbio de ideias. Assim, pretende ultrapassar limites disciplinares e fronteiras nacionais, além de promover diálogos interculturais e uma perspectiva comparativa sobre processos (históricos e contemporâneos) relativos aos povos indígenas na América Latina. Visa também a estimular o debate sobre questões ético-políticas envolvidas na produção de conhecimento sobre e/ou junto a povos indígenas, bem como visibilizar, fortalecer e refletir sobre a emergência de intelectuais indígenas no campo acadêmico.
---
---






Uma publicação compartilhada por Dener (@denerxy) em
---






Uma publicação compartilhada por Dener (@denerxy) em
---

 E estas foram minhas aventuras por Brasília-DF no CIPIAL 2019. Ótimo evento e viagem!

Tucuruí-PA

Usina / Hidrelétrica

Vou mostrar alguns lugares da cidade de Tucuruí-PA, onde fui visitar familiares. A cidade fica a cerca de 8 h de Belém-PA (ônibus) ou 2 h saindo de Marabá-PA (van). As imagens retratam a cidade de Tucuruí-PA e também uma espécie de condomínio (Vila) existente lá, fundada na época para abrigar os construtores da famosa represa/usina, localizada nesta cidade (hoje habitada só por moradores). 


Vale lembrar que já estive em Tucuruí-PA anos atrás e visitei outros lugares por lá, clique aqui para relembrar. 



Vila / Condomínio

Maria Fumaça - Vila / Condomínio

Vila - Vila / Condomínio

Parque / Praça - Vila / Condomínio



Centro comercial - Vila / Condomínio

Residencias / Bairros - Vila / Condomínio



Casas / Vila / Condomínio

Prefeitura da Vila / Condomínio

Rodoviária - Vila / Condomínio


Na Rodoviária existe esta loja de doces, vale a visita. 



Cidade de Tucuruí - Shopping

Cidade de Tucuruí - Banco (saques em castanhas do Pará rsrsrs)
Cidade de Tucuruí - Grande Supermercado da cidade

Cidade de Tucuruí - Uma das feiras da cidade


Serve café, almoço e vende produtos

Na garrafa amarela é o famoso Tacacá (caldo feito com a goma da mandioca), uma delícia.



Farinha de vários tipos e preços. 

Gostei muito da cidade, principalmente da Vila, tudo lá é muito organizado e bonito. 

Mangal das Garças / Belém-PA

Mangal das Garças, lugar incrível para visitar em Belém-PA

O Parque Naturalístico Mangal das Garças foi criado pelo Governo do Pará em 2005 e é o resultado da revitalização de uma área de cerca de 40.000 metros quadrados às margens do Rio Guamá, nas franjas do centro histórico de Belém.  A transformação foi cuidadosa. O pré-requisito era o aproveitamento máximo das condições paisagísticas da área. A idéia, representar as diferentes macrorregiões florísticas do Pará: as matas de terra firme, as matas de várzea e os campos, com sua fauna. Com lagos, aves, vegetação típica, equipamentos de lazer, restaurante, vistas espetaculares da cidade e do rio, o Mangal das Garças logo se tornou um dos pontos turísticos mais elogiados de Belém. 

Uma das melhores vista de Belém-PA




Subir na Torre - R$ 5,00 / Vista - não tem preço





Infelizmente quando fui o restaurante esta desativado. Havia pegado fogo dias antes.














Borboletário










As imagens falam por si só.
Dica: opte por visitar em dias de semana, é mais vazio e você garante boas fotos.

Dener: brasileiro, mineiro, blogueiro, estudante, sagitariano, franco e criativo. Gosto (muito) de filmes, seriados americanos e de fotografar nas horas vagas. Sou fanático por Festas a Fantasia, Halloweens e Cosplayers. Interesso-me por humor, costumes estrangeiros, design, portfólios, blogs e redes sociais.

Entre em contato: sorrisonafoto@yahoo.com.br

• Facebook •

• Instagram •

Follow by Email

• Tradutor •

• Mais lidos •

• Arquivos •

• Vídeos •

• Look do Blog •

• Look do Blog •
Passeio em Belém-PA

• Acessos do blog •

• Atenção •

O conteúdo do blog não pode ser reproduzido sem prévia autorização. Entre em contato! ☺


Tecnologia do Blogger.
 
Todos os direitos reservados 2018 - 2019 | Design E Programação: Espalhando Bonitezas