2 de outubro de 2015

Oh! Linda

>

Olinda é mesmo linda, é uma espécie de cidade histórica, misturada com cidade praiana com um ar de cidade pequena, deu pra entender? Claro que não né! Por isso vou tentar explicar melhor com as fotos e considerações.

Praça / Fonte

Bom, minha visita a Olinda-PE começa e termina exatamente nesta fonte ai, eu peguei uma lotação em Boa Viagem / Recife-PE (custa só R$3,50) que deixa você direto nesta praça da fonte, que é praticamente o começo e o fim de Olinda, vou explicar melhor:


Próximo a esta praça/fonte fica o Centro de Atenção ao Turista, você chega vai lá, pede informações e ainda ganha um mapinha da cidade com todos os pontos turísticos pra visitar, ai depois é só ir subindo a cidade (sim, tem a parte alta e a parte baixa). Ah no caminho ignore os Guias Turísticos, a menos que você esteja disposto a pagar R$ 30,00 e saber tudo sobre a história de Olinda-PE, o que não era viável pra mim (visto que eu estava sem grana e sem tempo).


A primeira Igreja da visita / próximo a praça/fonte

Falar em grana e tempo, eu só tinha a parte da manhã pra visitar Olinda-PE e não podia gastar muito, então cheguei bem cedo de lotação, como podem perceber pelas fotos tive um pouco de azar, pois estava chovendo, então eu tinha duas opções:

1 – Dar meia volta e ir embora, sem ver Olinda-PE
2 - Fazer turismo em baixo de chuva, sem guarda-chuva e tentar tirar fotos


Acho que já sabem o que decidi né?



Quanto as fotos, bem, enquanto eu estava na lotação percebi que um senhor paulista também estava indo pra Olinda-PE fazer turismo, visto que ele perguntava coisas ao motorista e a cobradora pra não perder o ponto pra descer, eu também já havia feito todas aquelas perguntas antes rsrsrs. Quando descemos no mesmo lugar conversei um pouco com o senhor enquanto caminhávamos até o Centro de Atenção ao Turista e então decidimos visitar Olinda-PE juntos, além de ser mais seguro do que andar sozinho ainda teríamos como tirar fotos um do outro. Obs: ele também tinha um guarda-chuva!


Existe essas construções antigas muito bonitas
E assim começamos a subir as ladeiras de Olinda-PE. Lá tem várias igrejas e construções antigas, alguns casarões inclusive são repartições públicas, vou evitar nomear cada prédio porque certamente eu erraria alguns.


Essa casa aqui me chamou muito a atenção, o dono deixou esses cachorros tomando conta que latiram muito durante a foto rsrsrs

Também existe essas intervenções urbanas, como esta pintura no portão que tive que fotografar

Comercio com artesanatos e objetos que renderam boas fotos

A grande maioria dos pontos turísticos são igrejas, em alguns desses lugares existe exposição de arte sacra e coisas relacionadas a Olinda-PE, o valor da entrada é mínimo (R$2,00 a R$10,00), mas eu não tinha tanto tempo pra fazer essas visitas mais elaboradas e também eles não permitem fotos internas.  
Decidi parar nesta espécie de comércio que tem uns objetos bacanas e artesanatos pra pode tirar umas fotos e também me proteger um pouco da chuva.

Eu tentei visitar a casa dos Bonecos Gigantes, mas justamente neste dia estava fechada. #triste.



Entrevistando os Mamulengos



Artesanatos


Espelho, espelho meu...

Centro de artesanato de Olinda-PE


Mais igreja

Ponto artificial mais alto da cidade / Elevador


Observatório. 


Intervenções urbanas.

Intervenções urbanas


Cordel - Bom, bonito e barato para presentear


Depois que você chega no ponto alto da cidade, é ir descendo e visitando mais alguns pontos turísticos, repito, são várias igrejas, use o mapa para não se perder e conseguir identificar todas kkk. 
No fim do passeio você chega novamente a praça/fonte. 
Em seguida eu fui ver um pouco do centro comercial de Olinda-PE, mas não tinha muita novidade, apenas comércios comuns como qualquer cidade, logo ali por perto existia este mini forte com o canhão que tirei a foto e de onde era possível ver o mar e os barcos que renderam uma bela foto. 

Mini Forte / Canhão e Vista para o Mar

Essa árvore se chama Baobá e é muito grande, só consegui tirar a foto porque estava do outro lado da rua. 

Durante esses meus passeios por Recife-PE as pessoas sempre achavam estranho de eu estar turistando sozinho, na verdade fui para um evento e aproveitei o tempo livre para passear, acontece que algumas pessoas diziam que era perigoso por causa de roubos, não achei tanto, mas sempre ficava de olho pra não dar bobeira. É por essas e outras que não levo minha câmera profissional para essas viagens, prefiro ficar mais despreocupado, câmeras grandes dão trabalho, chamam a atenção e você fica com medo de ser roubado, fora que eu não ia conseguir tirar fotos com ela na chuva, na verdade ela ia acabar estragando. To falando isso porque muita gente me pergunta por que eu não levo a minha maquina Cannon, pois é, agora ta explicado, "viver primeiro fotografar depois".

Barcos - Gostei muito dessa foto

Estou com muita saudade de Recife-PE, quero voltar um dia, mas também quero conhecer outros lugares.

 Qual será o meu próximo destino?
Postado por sorrisonafoto às 20:13

0 comentários:

Postar um comentário

Mande-nos um e-mail