Kirsten Dunst com um leão


Campanha do perfume Mon Jamin Noir da Bvlgari...
Achei o vídeo bacana e resolvi postar. Via Youtube.
Vc teria coragem?



E eu que pensei que ela gostasse de aranhas (Filme: Homem Aranha)....
Ah, reparem no olhar estilo Jessica Lange do filme King Kong...rsrsrsr

PhotoBook – SP - Guarujá


O Photobook é o momento de falar sobre minhas experiências fotográficas. Vou contar sobre alguns lugares que estive e conclusões que pude obter através de fotos e pequenas frases.
Para começar, vou colocar algumas fotos do estado de SP, especificamente o litoral, nas cidades de Praia Grande, Guarujá e Santos, onde passei alguns dias das férias e o reveillon 2010/2011.




Um pouco de SP.



As praias.


O mar.



Achei diferente em relação à praia de água doce. (Minas tem praia sim, Rio São Francisco).





A areia, a água salgada, o clima, o lugar, as pessoas, tudo é muito diferente.



Olha só que bacana o salva-vidas e o cão.




Um pouco da cidade.

Espero que tenham gostado. Até a próxima. 

Tirinha – Site Dr. Pepper


Uma coisa que gosto de olhar na internet são a tirinhas, principalmente se elas possuem uma boa arte e retratam coisas e acontecimentos da atualidade. É um jeito de se manter informado de forma divertida.
Outra coisa que gosto bastante é o humor negro, é que existem tantas situações inusitadas e que nos deixam perplexos que só nos resta rir.
Agora imagine juntar tirinha, atualidade e humor-negro, tudo que mais gosto em apenas uma coisa só, pois é, esta é a fórmula para os quadrinhos do Dr.pepper, um site de tirinhas super bacana que sempre acompanho e que vou mostrar de vez em quando por aqui.





E então gostaram?
Para ver mais é só acessar www.drpepper.com.br, ou ficar atento que as melhores tirinhas podem aparecer neste blog.

Obs: (Os pensamentos retratados nos quadrinhos e imagens, nem sempre representam minha opinião, mas merecem ser vistos, mesmo que para reflexão).

A história da fotografia


A história da fotografia pode ser contada a partir das experiências executadas por químicos e alquimistas desde a mais remota antiguidade. Na época em que viveu Aristóteles, na Grécia antiga, já se conhecia o fenômeno da produção de imagens pela passagem da luz através de um pequeno orifício.


Em 1525 já se conhecia o escurecimento dos sais de prata, no ano de 1604 o físico-químico italiano Ângelo Sala estudou o escurecimento de alguns compostos de prata pela exposição à luz do Sol.
Em 1725, Johann Henrich Schulze, professor de medicina na Universidade de Aldorf, na Alemanha, colocou à exposição da luz do sol um frasco contendo nitrato de prata, examinando-o algum tempo depois, percebeu que a parte da solução atingida pela luz solar tornou-se de coloração violeta escura.
O químico suíço Carl Wilhelm Scheele, em 1777, também comprovou o enegrecimento dos sais devida à ação da luz. Thomas Wedgwood realizou no início do século XIX experimentos semelhantes.
O francês Joseph-Nicéphore Niépce, em 1817, obteve imagens com cloreto de prata sobre papel. Em 1822, conseguiu fixar uma imagem pouco contrastada sobre uma placa metálica, utilizando nas partes claras betume-da-judéia, insolúvel sob a ação da luz. 


A primeira fotografia conseguida no mundo foi tirada no verão de 1826, da janela da casa de Niepce e encontra-se preservada até hoje. Dez anos depois, foi lançado o processo chamado daguerreótipo. Este consistia numa placa de ouro e prateada, exposta em vapores de iodo, desta maneira, formava uma camada de iodeto de prata sobre si. Quando numa câmara escura e exposta à luz, a placa era revelada em vapor de mercúrio aquecido, este aderia onde havia a incidência da luz mostrando as imagens.
William Henry Fox Talbot lançou, em 1841, o calótipo, processo mais eficiente de fixar imagens. O papel impregnado de iodeto de prata era exposto à luz numa câmara escura, a imagem era revelada com ácido gálico e fixada com tiossulfato de sódio. Resultando num negativo, que era impregnado de óleo até tornar-se transparente. O positivo se fazia por contato com papel sensibilizado, processo utilizado até os dias de hoje.
O calótipo foi a primeira fase na linha de desenvolvimento da fotografia moderna, o daguerreótipo conduziria à fotogravura, processo utilizado para reprodução de fotografias em revistas e jornais.
Este foi um breve resumo do processo da criação das fotos, mas espero que tenham gostado.

Pesquisada básica na wikipédia

Aniversário da Lontra


No último fim de semana (29 e 30 de abril de 2011) aconteceu o 19º Aniversário de Lontra, uma cidade pequena, próxima a meu município, como em todos os anos resolvi marcar presença. Aproveitei a oportunidade para rever alguns amigos e curtir a festa, que este ano teve como atração principal Mato Grosso e Mathias (ou melhor, o novo Mathias, sobrinho do Mato Grosso).
Foi muito bom, olha só algumas fotos do show:



Sobre a cidade, a desciclopédia descreve Lontra assim:


“Há várias hipóteses sobre o surgimento dessa microscópica cidade, entre elas a mais provável é: Foi originado da queda de um meteorito na região norte de Minas...
Muitos estudiosos acreditam que por causa desse fenômeno criou-se uma barreira que impede que seus moradores se afastem por muito tempo e muito menos que se mudem dali.
A origem do nome ainda é desconhecida, pois não há animais da espécie no local. Sendo assim acredita-se que há muitos séculos atrás na briga entre um mico azul e uma lontra sayajin, ela levou a vantagem dando então o nome à cidade... “.
Tudo conversa! A única verdade é o fato das pessoas que saem de lá sempre acabarem voltando, mas isso acontece todos os anos em seu aniversário e não é nenhum mistério rsrsrsr.
Até a próxima!!!

Paradigma

"Paradigma é uma forma de pensar e perceber o mundo real e determina o que escolhemos como significativo e o que descartamos ao compreender ou descrever o que existe ou ocorre no mundo em torno de nós".



A mudança de paradigma é uma oportunidade de encontrar novas interpretações para antigas questões, bem como, para rever soluções tidas como definitivas.


Vamos contestar nossos paradigmas?



Finalmente o Blog...



Aqui no “Sorriso na Foto” falo de tudo aquilo que acho de bacana na web além de explorar e mostrar sobre meu tema preferido, a fotografia. Porém, antes de criá-lo pensei bastante sobre seu título, o que escrever e como me apresentaria, foi então que resolvi pesquisar sobre blogs. Quanto mais eu lia, mais percebia que não estava pronto, que existiam inúmeros conhecimentos necessários antes de me aventurar na rede, porém meu blog corria o risco de nunca se tornar realidade.
Em meio a esse turbilhão de idéias, eis que resolvi cria-lo, afinal os blogs são assim, não necessitam de um motivo aparente para existirem, são aprendidos a cada dia e a cada nova postagem, ouvindo-se os comentários e absorvendo as experiências reais e virtuais que vamos tendo ao longo da vida.
Sendo assim, sejam bem vindos ao lugar onde guardo tudo que mais gosto, o “Sorriso na Foto”.
Valeu!!!

Dener: brasileiro, mineiro, blogueiro, estudante, sagitariano, franco e criativo. Gosto (muito) de filmes, seriados americanos e de fotografar nas horas vagas. Sou fanático por Festas a Fantasia, Halloweens e Cosplayers. Interesso-me por humor, costumes estrangeiros, design, portfólios, blogs e redes sociais.

Entre em contato: sorrisonafoto@yahoo.com.br

• Facebook •

• Instagram •

Follow by Email

• Tradutor •

• Mais lidos •

• Arquivos •

• Vídeos •

• Look do Blog •

• Look do Blog •
Passeio no Parque Zoobotânico

• Acessos do blog •

• Atenção •

O conteúdo do blog não pode ser reproduzido sem prévia autorização. Entre em contato! ☺
Tecnologia do Blogger.
 
Todos os direitos reservados 2018 - 2019 | Design E Programação: Espalhando Bonitezas